Feliz Ano Novo!

 Mais um novo ano, mais uma meia-noite passada com os amigos, mais uma festa, mais uma lista de 12 desejos e outra de 12 resoluções, mais um almoço de família e uma ida à praia para ver o mar...
 Como todas as pessoas da minha idade tive uma passagem de ano muito animada, fomos 15 pessoas para uma casa, tivemos um bom jantarinho que incluiu camarões, linguiça e chouriços, bacalhau com natas e imensas sobremesas. Claro que a festa se prolongou durante a noite, eu quando me fui deitar já eram 6h da manhã, mas houve quem ainda continuasse acordado cheio de energia.
 Apesar de me ter deitado tarde e dormido mal (havendo poucas camas tem de se partilhar, só que eu mexo-me muito, coisa que não pude fazer) quando o meu despertador tocou ao meio-dia saí logo da cama, ainda arrumei a cozinha para não me ir embora sem ajudar, e lá vim para Lisboa com a minha mana. O nosso papi estava à nossa espera e mal o nosso irmão chegou arrancámos para o Banzão, para irmos ao almoço de aniversário da nossa mummy.
 Comecei o meu ano a receber uma óptima notícia! A minha mãe quis mostrar-me o "livro" que os meus tios lhe tinham oferecido, era um cartão...ela abre e de um lado tinha uma ecografia e do outro uma pergunta «Tia Sofia queres ser minha madrinha?», claro que a minha reacção foi aquela de que todos estavam à espera: desatei a chorar. Não falei, não fiz uma cara espantada, nada, apenas chorei de felicidade...levantei-me da mesa e fui dar os parabéns aos meus tios.

 A seguir a um belo almocinho feito pela avó cantámos os parabéns à minha mãe e fomos todos para a sala ver o filme dos «Smurfs» em família, soube-me mesmo bem estarmos ali todos, os 20, "ao monte", com o quentinho da lareira a apreciarmos um filme. Foi uma óptima forma de começar o ano.
 Mas fiquei triste quando cheguei a Lisboa...à porta do nosso prédio estava um mendigo velhote, sentado no chão tapado com uma manta, a tocar harmónica...deu-me imensa pena... O meu irmão, que apesar de rebelde tem um grande coração, teve uma atitude generosa e foi dar-lhe uma moeda...eu também lhe dei todas as moedas que tinha na carteira (inflizmente não deviam perfazer nem 1€), ele agradeceu e desejou-me um bom ano...a minha mãe ao ver aquilo decidiu dar-lhe uma nota de 5€, fiquei esperançosa que assim ele já pudesse ter a primeira refeição do ano.
 Subi só para ir buscar a Dharma e quando a fui passear reparei que ele já não estava sentado à porta do nosso prédio, mas avistei-o logo na rua para onde virei...lá estava ele a deambular, provavelmente sem destino...com um ar desamparado, perdido, abandonado... Apeteceu-me chorar ao pensar no dia que eu tinha dito e no dia que provavelmente ele teve sozinho na rua... Ao mesmo tempo fiquei curiosa para saber qual seria a sua história, como é que ele teria chegado a esta situação, que raio de obstáculos é que ele teria encontrado no seu caminho para acabar os seus dias assim... Faz-nos pensar, não faz?
 Para não vos deixar apenas com pensamentos tristes deixo aqui uma mensagem de bom ano que recebi e gostei bastante: «O encanto da vida...depende unicamente das boas amizades que cultivamos...ser amigo não é coisa de um dia! São gestos, palavras, sentimentos e sobretudo actos que se solidifcam no tempo e jamais se apagam! Que sejas feliz a cada dia... Que possas sorrir sempre porque alguém vai precisar do teu sorriso... Que o teu coração seja povoado de bons sentimentos... Que cada pôr-do-sol leve contigo as desilusões do dia que passou... Que cada novo amanhecer seja sempre uma nova oportunidade de recomeçar... Que sejas feliz! Não só hoje, mas a VIDA INTEIRA! Feliz ano novo!»

Comentários

Um bom texto a marcar o início de um BOM ano;)

Obrigada pelo dia de ontem e por todos os que já vivemos juntas.

Espero um dia conseguir concretizar o que me escreveste na nossa fotografia em Itália;)

Agora vou fazer os scones que prometi para a pausa no teu estudo.

Vai escrevendo aqui... sou tua fã sempre à espera de novos textos
João Marques disse…
Sim senhora, gosto muito do texto. Até tens jeito para isto pa! Sou um grande fã não só desta escrita mas também dos tais scones que também comi hoje, do melhor tia ;)

Mensagens populares